Início Esportes Maicon dá coletiva sobre o Gre-Nal e não alivia D’Alessandro e Rodrigo...

Maicon dá coletiva sobre o Gre-Nal e não alivia D’Alessandro e Rodrigo Dourado

COMPARTILHAR
Reprodução

Acompanhado pelos diretores André Zanotta e Alberto Guerra, o capitão Maicon, do Grêmio, esteve na sala de imprensa do CT para uma coletiva.

Ele explicou que, no Gre-Nal que o Grêmio ganhou por 2 x 1 do Campeonato Gaúcho, logo em seguida que eles fizeram os dois gols, o D’Alessandro pediu para falar com ele. Ele mandou ele jogar e que não queria papo.

No final do jogo, quando saiu que eles iriam se enfrentar nas quartas do Campeonato Gaúcho, D’Alessandro, Roger (hoje no Corinthians) e Moledo, foram pedir para parar com as provocações como “Sasha cuzão” e minuto de silêncio.

Maicon relatou que passou o recado de D’Alessandro para os seus companheiros e todos disseram que não teria arrego.

Palavras do Maicon:

“Não existe acordo nenhum. Não sei de onde tiraram essa questão de acordo. Futebol não existe acordo.”

“Eu posso perder 10, 15 vezes, eu nunca vou bater lá na porta deles pedindo pra não me zuar, dizer que é feio. Eu nunca vi isso no futebol.”

“Eu vou trabalhar e dar a volta por cima. Jamais vou bater lá.”

“Eu nunca vou pedir arrego, igual foram lá bater na porta e pedir arrego para gente.”

“No final, o Damião passou, olhou para mim, e disse que “aqui tem que respeitar”. Beleza, só depois não bate na nossa porta.”

“Corneta de quem? Não sei quem é Dourado? Quem é Dourado? Ele ganhou um jogo meu? Ele falou que eu fugi do jogo, eu joguei oito clássicos aqui. Onde ele estava nos 5 x 0? Eu estava dentro da Arena.”

“Ele falou que tomou duas injeções. Eu tomo mais injeção do que água.”

“Eu ganhei Sul-Americana, Libertadores, Copa do Brasil, Recopa, e o Dourado ganhou o que?”

“E, outra, manda calibrar o pé duro, os fisioterapeutas. Muito fraquinho.”

Sobre o D’Alessandro: “Ele sempre debochou, então ele tem que ser o primeiro a aturar.”

Maicon fez questão de lembrar que ele fala apenas da corneta, da zoação. Jamais de brigas ou coisa do tipo. Os jogadores do Inter terão que atuar. Não tem outro jeito.

Aqui a coletiva:

 

Fonte: Jbfilhoreporter.com.br

COMPARTILHAR