Início Destaque Vacinação contra Influenza iniciará no dia 16 de abril

Vacinação contra Influenza iniciará no dia 16 de abril

COMPARTILHAR

 

A Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria de Saúde e da Divisão de Vigilância Epidemiológica, informa que de 16 de abril a 25 de maio estará realizando a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, no município.

A campanha pretende atingir os seguintes públicos: Pessoas de 60 anos de idade ou mais (devem apresentar Carteira de Identidade); Gestantes em qualquer idade gestacional (devem apresentar Carteira de Gestante); Puérperas (até 45 dias após o parto – devem apresentar Cartão de Recém Nascido); Crianças (a partir de 6 meses até 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade. Devem apresentar Cartão da Criança); Profissionais da Saúde; Professores de Ensino da Rede Pública e Privada; e Pessoas portadoras de risco clínico para surgimento de casos graves de Influenza (devem apresentar Prescrição Médica).

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza culmina no dia 05 de maio, com a realização do Dia Nacional de Vacinação Contra a Gripe, o Dia-D, para a campanha. Neste dia, das 8h às 17h, os postos de saúde estarão abertos para vacinação.
A Secretaria de Saúde lembra que Idosos “acamados” também deverão ser vacinados, basta que os familiares ou responsáveis liguem para o posto de saúde mais próximo e agende o atendimento no domicílio.

Durante a campanha do ano passado, foram vacinadas 13.926 pessoas no município, sendo este número 76,60% da meta total, que era 22.447 pessoas.

A saber:

Influenza, comumente conhecida como gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente é caracterizada por início abrupto dos sintomas, que são predominantemente sistêmicos, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, mialgia e anorexia, assim como sintomas respiratórios com tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção geralmente dura 1 semana e com os sintomas sistêmicos persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais importante.

Os vírus influenza são transmitidos facilmente por aerossóis produzidos por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar. Existem 3 tipos de vírus influenza: A, B e C. O vírus influenza C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública e não está relacionado com epidemias. O vírus influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias. Os vírus influenza A são ainda classificados em subtipos de acordo com as proteínas de superfície, hemaglutinina (HA ou H) e neuraminidase (NA ou N). Dentre os subtipos de vírus influenza A, os subtipos A(H1N1) e A(H3N2) circulam atualmente em humanos. Alguns vírus influenza A de origem aviária também podem infectar humanos causando doença grave, como no caso do A (H7N9).

Algumas pessoas, como idosos, crianças novas, gestantes e pessoas com alguma morbidade possuem um risco maior de desenvolver complicações devido à influenza.
A vacinação é a intervenção mais importante na redução do impacto da influenza.
Fonte: Ministério da Saúde

 

Fonte: Prefeitura de Alegrete

COMPARTILHAR